domingo, 31 de julho de 2011

Sua importância


Longe do mundo necessitas estar,
para que possa realmente se encontrar,
tu não és somente o que dizes,
mas tu és também o que fazes.

Sonha com o impossível,
e fazes concretizá-lo,
realiza algo inacreditável,
enquanto tentas realizá-lo.

O impossível é questão de opinião,
o que pode ser para mim,
tu fazes simplesmente por diversão,
na vida as coisas são assim.

Tu foste moldada para realizar,
o impossível sem pensar,
o impossível pode ser,
realmente algo simples para você.

Não tema as diferenças,
são elas que nos tornam especiais,
existiriam muito mais desavenças,
se fossemos todos iguais.

Não importa o que faças,
dê sempre o seu melhor,
e verás o que realmente se passar,
e a importância que tu tens para aqueles a seu redor.

sábado, 30 de julho de 2011

A jornada


Sob a luz do luar,
frente à caminhada,
sem saber onde vai dar,
essa sua jornada.

Firme em seu pensamento,
inabalável com o tempo,
independente do momento,
faz da vida seu passatempo.

Viver é bem mais que sobreviver,
é o descobrir de quem deves ser,
o que necessitas fazer,
e o fazer por merecer.

Não importa o caminho que se pegue,
a vida que se leve,
há coisas que se pede,
Mas ás vezes nas mãos de outras a sua vida será entregue.

Um homem sozinho não é nada,
por mais que tenha uma jornada,
cada um tem um caminho,
que não necessita seguir sozinho.

Na vida as amizades são criadas,
e nas dificuldades lapidadas,
sendo depois eternizadas,
para que assim sua jornada seja tida como terminada.

Alguns têm amigos por acaso,
alguns por opção,
mas que criam laços,
e se tornam bem mais do que irmãos.

As amizades fortificam a alma,
marcam o coração,
faz-nos encontrar a calma,
e nos mostram o que é dedicação.

Mesmo quando distante,
esta sempre a demonstrar,
a todo instante,
que sempre poderá com sua amizade contar.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

As marcas


Se as marcas do passado,
repentinamente retornam ao lar,
sem mandar recados,
sem nos avisar.

Cicatrizes na alma e coração,
que às vezes doem sem explicação,
cicatrizes até então fechadas,
há muito as tinham como superadas.

Mas que jamais serão apagadas,
por vezes serão recordadas,
ao longo de nossa jornada,
mas às vezes achamos não sentir mais nada.

Mas se foi real,
e se causou alguma emoção,
é justo e natural,
que se ressurja a recordação.

o tempo um ciclo vicioso,
para alguns é desperdício,
para outro tão precioso,
a saudade é um vicio.

No qual as sensações quer relembrar,
ontem um alguém lhe ajudava a sonhar,
hoje alguém que permaneces a admirar,
espera que amanhã ainda possa encontrar.

Aquele alguém para que possas demonstrar,
o que em seu peito com o tempo continuas a guardar,
um sentimento que necessitas expressar,
na sua singular forma de amar.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Não me apercebo


Não me apercebo em meio à multidão,
existência cognitiva,
por vezes interativa,
sem ao menos uma interjeição.

Paradoxo conciso,
para se relevar,
até mesmo impreciso,
difícil de explicar.

Por vezes encontro-me perdido,
no que a sociedade tem por coesão,
não que tenha-me esquecido,
de minha fundamental função.

Não serei igual ao demais,
pela simples aceitação,
o que nos diferencia dos animais irracionais,
é a forma de interagir e a liberdade de expressão.

Confrontada no litígio conseguinte,
rotulação arbitraria,
que nos restringem,
de formas contrarias.

Não mudarei quem sou,
não esconderei que fui,
sou um alguém que muitos sonhos possui,
e que por eles muitas lágrimas já derramou.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Decepção


Quando a jornada é longa demais,
chagamos a pensar em parar,
pensamos que jamais,
a essa jornada conseguiremos completar.

Eis que brota a desilusão,
sentimento que aflora,
de uma possível decepção,
assim como outrora.

As decepções vêm para fortalecer,
mostrando ao individuo o que deve saber,
nas diferentes formas que podem haver,
ajudando-o a viver.

Às vezes é necessário recriar,
até mesmos os sonhos para conquistar,
cada coisa tem seu tempo para começar,
assim como o tempo de se concretizar.

A decepção e a desilusão,
sempre irão existir,
cabe ao coração insistir e até resistir,
pois às vezes um não.

Pode vir antes do sim,
a vida simplesmente é assim,
pois para cada novo começo,
é necessária a presença de um fim.

terça-feira, 26 de julho de 2011

As lágrimas que caem

As lágrimas que caem agora,
já foram de tristeza,
mas não mais será como outrora,
pois descobri a verdadeira grandeza.

Não mais lamentarei as adversidades,
cuja provação a mim foi imposta,
vencerei qualquer contrariedade,
essa é minha resposta.

Por cada caminho que percorri,
muita coisa eu vivi,
coisas boas e ruins eu já senti,
no entanto sinto que venci.

Há muito tempo me enganava,
sonhando somente por sonhar,
mas enquanto eu sonhava,
deixava a vida passar.

Só que vendo a vida passar aprendi,
pois passei a me engajar,
em meio às dificuldades persisti,
para meus sonhos realizar.

Pois os sonhos não fazem a criatura,
mas a criatura aos seus sonhos,
viver é uma aventura,
que deve ser vivenciada na realização dos sonhos.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

A melhor coisa


Não sei ao certo como tudo ocorreu,
mas foi quando meus olhos encontraram os seus,
nesse instante meu chão se perdeu,
pois o meu coração já era seu.

Para isso não existe explicação,
sei que não foi ilusão,
mas sei que é algo além da compreensão,
são coisas do coração.

Tu és a realização dos sonhos meus,
a felicidade eu encontrei ao lado teu,
encontro o paraíso no sorriso teu,
mas não sei como o teu caminho encontrou o meu.

Tão pouco o porquê teu coração também me escolheu,
mas não sei viver longe de ti,
talvez contigo também seja assim,
sinto no meu mais profundo eu.

Que o maior presente que a vida me deu,
foi deixar-me estar ao lado teu,
meus olhos te encontraram e meu coração percebeu,
que tu se tornarias a melhor coisa que já me aconteceu.

domingo, 24 de julho de 2011

Arrependimento


Aconteceu o que deveria acontecer,
por algum motivo tive que te perder,
mas não consigo te esquecer,
não sei o que será de mim sem você.

Sinto que abri mão de minha vitalidade,
não mais estou completo,
porém na realidade,
sinto que foi o certo.

Sei que foi melhor assim,
mas não consigo te esquecer,
foi melhor para ti,
mas abri mão de quem queria ter.

Não mais controlo os pensamentos,
que vão em direção a ti,
nesse exato momento,
não queria ver te partir.

Não queria fazer te sofrer,
por isso tive que deixar você,
mas não consigo esquecer,
o quão grande é o que sinto por você.

Mesmo assim arrependo-me a cada instante,
pois sei o quanto dói em mim, estarmos distantes,
hoje muito mais do que antes,
sei que o amor que sinto por ti sempre nos será o bastante.