domingo, 17 de abril de 2011

Só, não mais


Em meio à multidão me sinto só,
Não encontro ninguém parecido comigo.

Com os mesmos gostos e defeitos similares.
Um alguém que me trouxesse o conforto de ser normal.

Pois me encontro em meio a diferentes pontos,
Tão distintos, até meio anormal.

Essa pessoa eu sei que ira aparecer.
Sabe esse alguém é você.

Uma pessoa que me escuta e me entende.
Respeita-me e me compreende.

Pessoa especial que em minha vida surgiu.
Vejo em ti o reflexo de minhas ações.

Nós somos iguais e ao mesmo tempo diferentes,
Sei que é algo difícil de explicar.

Eis companheira de todas as horas,
E sei que a meu lado sempre vai estar.

Nos caminhos que eu resolver trilhar;
Vais me acompanhar.

Agradeço todos os dias,
A chance que tive de te encontrar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário