quinta-feira, 28 de abril de 2011

Ao acaso II


Foi de uma forma diferente que aconteceu,
como surgiu o que existe entre você e eu. 

Em um dia não sei por que,
mudei o que costumava fazer. 

O destino que o que eu fiz chegasse até você,
de maneira muito simples comecei a te conhecer. 

Os astros conspiraram a favor,
pois até então não sabia a que dar valor. 

Morávamos na mesma cidade,
mas éramos dois desconhecidos. 

No entanto o que o futuro nos reservava,
não constava em minha pretensão. 

Mas quis o acaso que você
conquistasse meu coração. 

Despertando no meu peito,
tal sentimento chamado paixão.

 Paixão pelo que faço,
por minha vida.

 Mas só sinto verdadeiramente essa sensação por aquela,
que balançou e arrematou esse coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário